elton john brasil blog 2

Tuesday, October 17, 2006

SINCE GOD INVENTED... CRITICS! Esta página contém música, aumente o som




SINCE GOD INVENTED CRITICS






SINCE GOD INVENTED CRITICS...



...Elton John nunca mais teve sossego.









FOTO: Demétrio Barros
Ao montar a seção DISCOGRAFIA do web site

www.eltonjohnscorporation.cjb.net
  procurei por vários textos na
Internet que conseguissem retratar não apenas o sentido NARRATIVO da
exposição das faixas, ou seja: Não fossem apenas um simples detalhamento,
apanhado da obra de Elton John, mas que além da informação básica realizasse uma
análise dos álbuns, mesclasse um bom texto, elogiasse obra, mas que também
tivesse um nível de limite critico para não ser de um fã.



Encontrei um texto, enfim, entre milhares: no site
REVOLVER MUSIC
(http://www.revolvermusic.com.br)
existia um com essas características, uma redação única, entre as demais.

 








Inseri no web site e lá ficou algumas semanas.


Recebi, 01 mês depois um e-mail:





"Bom Dia,

É com muita satisfação que escrevo para vcs, pois fiquei sabendo.somente hoje
sobre a existência deste site, fruto do mais antigo fã-clube do Elton John, o
clube eu já conhecia de longa data, mas o site foi surpresa. E para minha maior
surpresa, ao acessar o link´Discografia´´, li minhas próprias críticas (?!?).
Fiquei ao mesmo tempo orgulhoso e espantado, pois não sabia do ocorrido. Pois em
2005 enviei estes artigos para o site ´´Revolvermusic´´ (existe alguma relação?)
antes disso, em

2004 havia enviado os mesmos artigos para o site ´´Elton John On line´´ que
aprovou e durante um tempo o publicou como ´Discografia Comentada´...quando do
lançamento do ´Peachtree Road´, enviei uma crítica que parece não ter agradado
muito ao dono do site. Paciência. Ele retirou os artigos, foi aí que tive a
idéia de publicá-los em outro site. Resumindo: gostaria que fossem dados os
devidos créditos e ainda me proponho a fazer parte do site como colaborador
(inclusive com outras

críticas sobre os compactos talvez). Agradeço pela escolha dos artigos.




Grande Abraço,

Demétrio Barros "






Que surpresa a minha!



Demétrio Barros é, como eu, um fã da obra de Elton John bem exigente no que se
refere à QUALIDADE. Não aceitamos de bom grado que
um compositor de faixas de qualidade intrínseca como BLUE AVENUE, THE
LAST SONG, BLESSED, FUNERAL FOR A FRIEND, CURTAINS, MONA LISAS AND MAD HATTERS,
AIN´T GONNA BE EASY
arranhe sua obra com faixas dantescas como
POOR COW, I AM YOUR ROBOT ,  HEY PAPA LEGBA e DON´T TRUST THAT WOMAN
.


Levei um tempo para assimilar bem PASSENGERS, hoje até observo de bons
olhos essa faixa de gosto duvidoso.



Demétrio mora em Petrópolis, Rio de Janeiro e apesar da proximidade ainda não
nos conhecemos, mas não faltará oportunidade.









Por este seu trabalho reconhecido pelo site REVOLVER MUSIC
Demétrio Barros , ou DEMOL, para os amigos, está aqui na galeria dos fãs
que são destaques por divulgarem o trabalho de Elton John um dos maiores gênios
da musica contemporânea.



- Demétrio, para iniciarmos nossos trabalhos aqui no ELTON
JOHN BRASIL BLOG
, gostaria que você analisasse o seguinte fato: por que
ELTON JOHN é, normalmente, visto pela crítica como
um compositor de músicas descartáveis? Por que motivo essa falta de
reconhecimento pela critica (existem exceções) se que com outros artistas POP
como JAMIROQUAI, STEVIE WONDER, GEORGE BENSON,
seguem a mesma linha pop e são bem quistos? Citei esses, pois são astros de
Black Music, sempre INTOCÁVEIS pela crítica, salvo rappers. Veja que Paul
MaCcartney sempre levou lenha da crítica por suas TOLAS CANÇÕES DE AMOR (SILLY
LOVE SONGS)





JAMIROQUAI
É UMA DAS ÚLTIMAS EXPRESSÕES DA BLACK MUSIC  DE QUALIDADE.


 







R.: Primeiramente, obrigado por esta oportunidade de falar
um pouco sobre o Elton. Veja bem, o próprio Elton John é responsável por ser
visto desta forma, uma vez que na fase áurea seus discos eram lançados em
abundância, fazendo com que os fãs não tivessem tempo para assimilar todas, com
isso a espera por uma novidade sempre prevalecia... Talvez por isso tanta coisa
boa não foi lançada como single. Isso sem falar que ele mesmo já declarou que
ainda está buscando a música perfeita, mas acredito que essa visão da crítica
foi modificando ao longo dos anos, pois seus clássicos estão se tornando cada
vez mais clássicos, ganhando regravações e remixagens e etc...







- Uma das principais características do trabalho de Elton é as nuances vocais.
Pego um disco dos STONES e Mick Jagger está lá
cantando bem suas faixas, mas não existem variações vocais. Agora pego Elton
John com ONE MORE ARROW e depois escuto
CRAZY WATER (Para mim um de seus melhores vocais) e
parecem cantores diferentes!!!!


Fale um pouco sobre isso. Quais são os vocais mais importantes de sua
carreira?



R.: É o maior nome da música pop em todos os tempos. Não é
uma afirmação de fã, mas sim baseada em fatos comprovados, pois como pode alguém
cantar, tocar, compor e ainda fazer sucesso? Digo isso exatamente por essa

observação sua sobre seus vocais variados. Além dos clássicos óbvios, destaco
´´Idol´´ e ´´Sugar On The Floor´´ onde a interpretação de Elton é impecável,
particularmente gosto muito dos vocais nas músicas somente com piano,´´Talking
Old Soldiers´´, por exemplo, é uma de suas melhores performances. Mesmo depois
da operação na garganta, Elton conseguiu inserir outras características
interessantes em sua voz, o que fez ampliar a gama de variações. Mas um bom
cantor não se mede apenas pelas versões em estúdio, sendo assim o que muito me
impressiona em sua carreira é a performance no Rainbow Theatre em 77, talvez seu
melhor show em termos de vocais.




- Acredito que o produtor influi muito em seu trabalho. Não gosto de Elton John
como sendo seu próprio produtor. Quer ver um exemplo?
Chris Thomas
adorava ESTENDER
faixas e tornar as canções a terem mais tempo de duração que o devido.
TOO ROOMS AT END OF THE WORLD, GIVE ME THE LOVE e SONG FOR
GUY
são exemplos disso, essas deveriam ter sido mais curtas,
enquanto GUS DUDGEON lançou musicas que
ultrapassavam os 3 minutos e meio, característica principal de faixas para serem
lançadas em rádios. PHILADELPHIA FREEDOM
foi uma delas. Acreditavam que a canção não seria executada pelas rádios por ser
de duração maior do que os 3, 4 minutos e isso influenciaria na programação de
tempo das rádios, e conseqüentemente, nos anúncios e não seria interessante
incluir uma faixa longa na programação, mas deu certo. Ele repetiu o feito com
NIKITA, passou dos 5 minutos.
FABULOSOS esses feitos! Quais são os benefícios de
um bom produtor?








FOTOS:
GUS DUDGEON


R.: Também não gosto de Elton como produtor,
principalmente quando ele produz sozinho um disco inteiro. O maior exemplo da
genialidade de Gus Dudgeon foi o que ele fez com ´Bennie And The Jets´,
inserindo palmas e efeitos de shows. Isso demonstra como um produtor pode as
vezes mudar o rumo de uma canção que antes era nua e crua. A percepção de
Dudgeon ou de outros bons produtores é interessante no aspecto ´´Quem está de
fora vê (ouve) melhor´´.


 


 


 


 










 










ELTON JOHN E STEVIE WONDER TRABALHARAM
DIVERSAS VEZES JUNTOS ANTES DO SUCESSO DE ELTON JOHN E APÓS SEU AUGE




- Essa entrevista, você pode observar, é mais sobre
CRITICAS
de várias vertentes de sua obra. Vou lhe dizer agora que entre
os instrumentistas que trabalharam com Elton, PARA MIM,
o melhor baterista foi... JEFF PORCARRO de
JUMP UP e o melhor baixista... PINO PALLADINO de ICE ON FIRE e
DEON ESTUS de ACT OF WAR
. Claro que Nigel Olsson
e Dee Murray são ótimos, mas não insuperáveis. Será
que nesses casos que citei o engenheiro de som deu maior ênfase ao baixo nas
faixas e deixou o instrumento soar mais contundente que normalmente?

 







R.: Jeff Porcaro é um grande batera, durante anos fez
parte do Toto e tocou com Paul McCartney, Michael Jackson entre outros, e me
parece que Pino Palladino está substituindo John Entwhistle do Who, acho que
isso já diz tudo desses músicos... Creio que eles se encaixaram melhor nessa
fase citada, assim como na fase áurea do Elton, o famoso trio Olsson, Dee e

Johnstone foi perfeito. Em ´Soul Glove´o baixo é eletrizante, pois trata-se de
um balanço característico da fase dançante dos anos 80, algo que Palladino
assimilou bem. Já em ´Dear John´, Porcaro estraçalhou... é aquela história, não
é qualquer um que toca com Elton...








BERNIE TAUPIN NUNCA ESCREVEU "I LOVE YOU" EM SUAS
LETRAS




- A gente fala muito sobre o trabalho de Elton John,
mas se esquece de BERNIE TAUPIN.
Todos sabemos que Elton é excelente compositor, mas veja: Elton com uma letra
fraca faz canções fracas. Parece que os dois combinaram em
REG STRIKES BACK
de fazer um disco bem abaixo da média:
LETRAS FRACAS = MÚSICA FRACA. Acredito que
HEARTACHE ALL OVER THE WORLD foi feita assim de
propósito para ser um sucesso nas rádio: música e letra bem ao gosto POP... e
foi um INSUCESSO! YOUR SONG
tem uma letra bem simplória, mas foi esse o segredo de seu sucesso: Narrava
exatamente a linguagem de uma pessoa simples tentando expressar seus
sentimentos.

Não vou, então, te dar mole nessa entrevista!!! Já vi infinitas criticas sobre o
trabalho de Elton John... mas e as letras de Taupin? São boas, É um letrista
mediano, gênio? Faça uma critica... Essa vai ser uma tarefa difícil...





R.: No documentário ´Two Rooms´, Neil Young dispara
´´...é duas vezes mais forte´´
e Sting declara:
´´...nunca tive um parceiro
e isso me inveja...´´
, bem, por aí já dá para
perceber a grandeza dessa dupla de compositores. Eu diria que Bernie é um
excelente letrista que teve a sorte grande de ser apresentado à Elton. Letra
nunca vendeu disco, mas para ganhar o status de obra-prima é claro que todo o
trabalho em âmbito geral deve ser levado em consideração, e é por essas que
John/Taupin é considerada uma das maiores duplas de compositores da história.
Lembro-me sempre daquela história sobre o ´´Tumbleweed Connection´´, onde
Bernie foi esperto em direcionar as letras para o público americano. Ficou
comprovado ao longo da história que Elton sem Bernie não é o mesmo, dos 10
melhores discos de sua carreira, 10 são compostos integralmente pela dupla.
Bernie já escreve exatamente sobre algo que Elton gostaria de compôr e
vice-versa, sendo assim - sem querer desmerecer o talento de Bernie - suas
letras soam com mais facilidade na melodia de Elton.








- ROD STEWART se deu bem com um álbum de
regravações de outros compositores e fez até um volume 2 do mesmo trabalho.
Elton já fez algumas regravações, vejo que essas tentativas de se tornar atual
são uma constante em sua trajetória. Elton gravaria um HIP
HOP
? parece, pelas reportagens, ter convidado 50
PER CENT
para gravar.

JOHN LENNON
lançou um álbum só de
regravações, com a faixa STAND BY ME.
Poderia ou deveria Elton John gravar faixas de terceiros, digo de compositores
da atualidade e da MODA, sem ser visto como decadente, ou isso é diminuir seu
talento?





R.: Não digo que seria decadente ou que diminuiria seu
talento, depois de tudo que Elton fez, nada mais pode tirá-lo do trono, só acho
desnecessário... mas se caso acontecer, Elton terá mais um ritmo para sua vasta
experiência, e para quem já fez música até para manual de forno micro-ondas nada
é impossível. Elton é isso, canta com Minnie, interpreta ´´Your Song´´ vestido
de Pato Donald e mesmo assim continua sendo um gênio. Mas acho que ainda existe
muita música do Elton para ser regravada, a ´Your Song´ de 2002 com o Safina
ficou ótima, assim como a versão em dueto de ´´Sorry Seems To Be The Hardest
Word´´
com
Ray Charles.
Certa vez ele cantou ´´Crocodile Rock´´ em versão lenta, ou seja, toda
sua obra disponibiliza muita coisa para ser revisitada, tanto por ele quanto por
outros...


 












-Quais são a seu ver, as faixas mais significativas de sua carreira? Não falo
nos seus TOP HITS, DANIEL, GOODBYE YELLOW BRICK ROAD,
e sim em faixas desconhecidas pelo público, mas de grande valor em sua obra ou
por serem únicas. TOO LOW FOR ZERO, para mim, é uma
faixa ÚNICA em sua carreira: Não existe outra música que soe igual à mesma,
assim como STONE TROWN FOR HUTTING, SATELITE, THE END WILL
COME, HEARTH IN THE RIGHT PLACE
(Uma canção sem guitarras - são
sintetizadores). Quais são para vc e porque?



 


R.: Acho muito interessante a ´´Tell Me When The
Whistle Blows´´
do Capatian Fantastic, até hoje ainda não consegui
identificar qual seria o gênero, e o arranjo de

Gene Page
é sensacional. Gosto muito também de uma
canção que apesar de ter sido regravada por vários artistas, não é considerada
um clássico (pelo menos em termos comerciais), trata-se de ´´Country
Comfort´´
que na minha opinião sintetiza toda sua primeira fase, nela Elton
usa um sotaque do interior como em ´Roy Rogers´. Já mencionei que gosto
muito se suas músicas só ao piano, e um exemplo que marca a melhor fase de Elton
e identifica toda sua genialidade é a faixa ´Ticking´, simplesmente
maravilhosa e de uma beleza única, que evidencia a capacidade dele de cantar e
tocar tão bem ao mesmo tempo. Nos trabalhos mais recentes (digo nos últimos 20
anos), ´Whispers´ é uma das que mais me chamou atenção, pelo charme e
requinte.








Esse
não é Dee Murray não, é:  Barry Manilow


- Lembro que no auge de sua carreira existia um cantor americano, POP, de grande
sucesso: BARRY MANILOW, que fazia baladas como
MANDY, SHIPS,.... Comparativamente parecia muito com Elton, em versão americana,
mas beirava aquilo que poderíamos igualar a um pop de um FÁBIO JR. ou, mais
recentemente a um KLB. Elton em algumas faixas PODERIA beirar o brega com:
BURNING BUILDINGS, GYPSY HEARTH (Coração Cigano - Esse
título é de doer... risos) e TOO YOUNG?
Canções dramáticas e melosas?







R.: Existem sim algumas canções melosas, porém são
bonitas e agradáveis, mas pelo fato de sua obra apresentar uma enorme variedade
de ritmos, estas ficam em evidência quando executadas, a diferença é que
geralmente os artistas ´melosos´demais não variam quase nada (alguém aí conhece
algum rock de Manilow? he he he). E além do mais Elton é um ser humano como

qualquer um, ou seja, sujeito à algumas breguices involuntárias...

 













- Você sabe que estou na bronca por falta de Rocks. Meu rock preferido é
STREET KIDS
, pois têm guitarras limpas como as
de DIRE STRAITS e um vocal límpido, sem gritar e
depois... RESTLESS...GROW SOME FUNK OF YOUR OWN...Nem
me lembro de seu último rock! Como você vê isso?

 


R.: O Rock nunca morre, atravessou mais de 50 anos e
viverá mais, mas os tempos são outros e aquele bom e velhor Rock cru está cada
vez mais em extinção, veja o exemplo do U2 por exemplo, é Rock mas vem sempre
acompanhado de uma sonoridade peculiar aos anos 90 e 2000. Para os fãs mais
novos é bom lembrar que o último rock na essência de Elton foi ´Li´l
Frigerator´
e isso há 22 anos... o que se ouviu de lá pra cá foi uma mistura
de balanço, balada, new wave e etc, mas nunca de forma pura. Recentemente
tivemos ´The Wasteland´, um primor de Rock-Blues, com muita vitalidade,
mas ainda assim não é o que nós fãs assíduos e da velha guarda queremos.




 







CRÍTICA: The Captain & The Kid  -
2006









Compará-lo ao ´Captain Fantastic´ não
teria fundamento, e nem foi essa a intenção de Elton e do outro produtor
Matt Still. Ás vésperas de completar 60 anos, Elton lança mais um álbum
autobiográfico para celebrar uma parceria que já dura quase 40 anos: ele (o
Captain) e Bernie (o Kid). É bom observarmos que a cada ano que passa
torna-se mais difícil para Elton compor novas melodias sem que essas sejam
parecidas com algumas de sua carreira,  por isso o mérito pela
belíssima ´Blues Never Fade Away´, uma faixa para fazer qualquer fã
sentir-se orgulhoso. O cd traz ainda belas baladas como ´Wouldn´t  Have You
Any  Other Way (NYC)´ e ´The Bridge´ além de um suave e muito bem produzido
country-rock intitulado ´Ol ´67´ com uma certa nostalgia contagiante, mas o
grande momento da obra fica mesmo para o ´Grand Finale´ : a faixa-título é
de emocionar principalmente os fãs mais antigos, pois apesar de ter a mesma
introdução, estrutura e desfecho da original ´Captain Fantastic...´, ´The
Captain And The Kid´ soa como uma melodia inédita e  impressiona pela
maneira como Elton a conduz com simplicidade e pela beleza de sua letra, uma
verdadeira síntese de toda obra do maior gênio da música

pop mundial em todos os tempos. Detalhe: ´Across The River Thames´, um dos
b'sides do disco, é um rock cheio de vitalidade e energia como há muito não
se ouvia...  Merecia fazer  parte da obra.



Demétrio Barros


 




- Obrigado pela entrevista, e lembro a todos os internautas que Demétrio
atualizou suas criticas na seção discografia, colocando discernimentos em álbuns
que restavam sua inserção, vá conferir. Se discordar não há problema, senão a
vida seria ENSOSSA! Como é dura a vida de um critico!

 


R.: Eu é que agradeço mais uma vez por essa
oportunidade, e espero estarcontribuindo com a discografia para eventuais
pesquisas de novos e velhos Fãs. Grande Abraço.




Um abraço...



SO LONG, CAPTAIN DAMÉTRIO!



Robson Vianna



 










ÍDOLOS DA DÉCADA DE 70 TÃO GRANDIOSOS QUANTO
ELTON JOHN: PAUL MACCARTNEY, CARPENTERS, STEVIE WONDER E ROD STEWART









Conheça
o fã Brasileiro que se encontrou com Elton John!




CLIQUE AQUI




 




 




 






www.eltonjohnscorporation.cjb.net





www.eltonjohnwebtv.cjb.net
 




 

1 Comments:

At 9:32 PM, Blogger Askinstoo said...

Hi, i was looking over your blog and didn't
quite find what I was looking for. I'm looking for
different ways to earn money... I did find this though...
a place where you can make some nice extra cash secret shopping.
I made over $900 last month having fun!
make extra money

 

Post a Comment

<< Home